Atividades que transformam!

Na Adere, as potencialidades e necessidades dos atendidos estão em primeiro lugar.

Descobri-las e desenvolvê-las é nosso papel para que a inclusão social e profissional possa acontecer, no tempo e ritmo de cada pessoa.

Para isso, os jovens e adultos com deficiência intelectual são convidados a participar de atividades que trabalham diversas competências.



Artesanato – as oficinas que trabalham com habilidades manuais, além de potencializar o raciocínio e o controle motor, desenvolvem a criatividade, o olhar crítico, a autoestima e o respeito à criação do outro. Os atendidos se reúnem para fazer quadros, bijuterias, bases para caixas, porta-retratos, esculturas, vasos e outros objetos. Cada participante tem a sua função no grupo, que pode mudar ou não de acordo com sua necessidade. Existe a preocupação constante de trabalhar a sustentabilidade não só com os atendidos, mas, também, com as famílias e a equipe da Adere. Por isso, os materiais usados nessas oficinas são reaproveitáveis (sobras de papel, pets, madeira, cipó, rashis, lápis de cor, lantejoulas, tecido, dentre outros), doados por empresas que, no lugar de descartá-las como lixo, repassam tudo à instituição. Uma maneira prática e eficiente de transformar o inútil em arte de primeira qualidade, envolvendo a comunidade.


Educação Física - Caminhadas promovidas todos os dias trazem vários benefícios aos atendidos. O primeiro deles é o combate ao sedentarismo. Andar pela comunidade e interagir com as pessoas são outros ganhos importante à inclusão social. Inclusive, o passeio deu origem ao projeto Adere Gentil – Zeladora da Vila, com o objetivo de cuidar do entorno e envolver a comunidade em ações de integração. As atividades da Educação Física também envolvem aulas de judô, futebol e outras categorias esportivas importantes para que as pessoas com deficiência possam trabalhar corpo e mente de forma equilibrada, gerando mais bem-estar, além de praticarem uma competição sadia e construtiva.


Teatro e dança – Uma das atividades mais esperadas pelos atendidos é o teatro. Eles se envolvem, assumem papeis e estão sempre prontos a aprender novos roteiros. Uma das peças mais apreciadas é justamente a que fala sobre a importância de uma postura responsável frente ao meio ambiente e sua preservação. A dança ajuda os atendidos a apropriarem-se do próprio corpo, de forma leve e consciente, com equilíbrio e movimento.


Música – Cantar e tocar instrumentos são motivos de muita alegria e interação entre os atendidos. O repertório passa por canções atuais e, também, as antigas, ampliando e enriquecendo o repertório de cada um. Durante as atividades de canto, todos soltam a voz, aprendendo mais sobre ritmos e melodias.


Relaxamento – O estresse atinge todo mundo. Ao mesmo tempo, alguns atendidos são mais inquietos do que outros. Os momentos de relaxamento equilibram as energias. Jovens e adultos entregam-se a momentos de muito prazer e silêncio, reconectando-se consigo mesmos, sentindo-se mais tranquilos e descansados, o que contribui à convivência social e familiar.

20 visualizações0 comentário